Número total de visualizações de página

terça-feira, 14 de outubro de 2014

O PODERIO DOS SEGREDOS ...... VIDINHA DOURADA !!!!

 
 
 
Joaquim Migueis …… o arquiteto camarário ……. chefe das obras públicas foi promovido por Francisco Lopes e a sua coligação PSD/CDS a vogal do conselho de administração quando montaram aquela coisa acéfala e cacófaga da Lamego Convida !!!!
O arquiteto membro do conselho de administração, nas lides da Lamego Convida fez sempre questão de andar apagadito e disfarçante para ver se o pessoal não se lembrava que era também responsável por aquelas coisas estrumadas e funestas que por lá se faziam ….... e mostrava-se com uns óculos bem escurinhos para nos convencer que as suas vistinhas não abarcavam nada sobre o estrambalhado e pervertido multiusos !!!!!!
No apagadito disfarçante só não entravam as bués das regalias que como administrador da Lamego Convida gozava …… acrescentos remuneratórios, popó à lá bota pr´a lá, e télélé à lá carte.
Migueis, membro do conselho de administração e parte ativa de decisões, durante os últimos cinco anos esteve …. nem aí ….. para os assassinamentos da trilogia Lamego Convida, Lamego Renova e Câmara de Lamego ……. mas sempre ….. toou aí ….. para as regalias que a tríade lhe oferecia !!!!!!
Agora com o falecimento falecido da Lamego Convida, Migueis, o arquiteto regressa à Câmara, e pela amostragem, continua na onda de …. sou o maior …. não me chateiem ....... e do ….. toou aí .…. de regalias !!!!!!
Para começo de conversa, Migueis iniciou o seu regresso dedicando-se às suas próprias dependências instalativó-camarárias ….…..
Para escolher o seu gabinete, deu um passeio alargado pela edificação camarária e agradou-se de um, que por sinal estava ocupado e em funcionamento por um engenheiro que chefia as águas e os rebentamentos líquidos.  
Agradou-se e escolheu-o.
Sem mais crês ou crés, o chefe engenheiro das águas e afins foi posto a zarpar do seu assento instalado e a funcionar, e mandado assentar-se para outras latitudes do edifício camarário …..
Mas Migueis, o arquiteto, apesar de se ter apaixonado pelo gabinete do outro, que foi posto a zarpar, não ficou seduzido pela cor esbatida das paredes e, também sem crês ou crés, tratou na hora de pôr o pessoal trabalhador camarário a ……… bota lá uma pintura nova !!!!!
Parece que o mobiliário também não lhe encaixou bem com a cor dos olhos, quando anda sem os óculos escurinhos ……. e bota lá de substituir a tralha mobiliária do outro que lá estava assentado !!!!!!
Migueis, o arquiteto camarário, elevado ao conselho de administração da Lamego Convida por Francisco Lopes bate agora o pé para voltar a ser o chefe máximo das obras ……. e já avisou os governantes camarários e apêndices, que não admite ficar sob as ordens de outros chefes !!!!!!!!
Esta regalia é que é mais complicada …… de cozinhar.
A Câmara de Lamego por causa da sua abrilhantada fossa financeira polida por Francisco Lopes e a sua coligação PSD/CDS, foi obrigada a diminuir o número de chefias e a aprovar um novo organigrama que já opera há largos meses.
Na data, Francisco Lopes foi obrigado a juntar no mesmo departamento as obras particulares e públicas para apagar duas chefias e passar a ter só uma e teve de apagar mais chefias.
De apagão, em apagão, apagou gente como a engenheira Maria de Lurdes e o Dr. Hélder, chefe veterinário dos cãezinhos e dos gatinhos ……..
Estes e outros apagados, estão com a língua afiada a aguardar o bater do pé de Migueis, o arquiteto, e o seu encaixamento. 
E os que não foram apagados, sabendo que não há cotas vagas para chefias, já avisaram que ……… que o teto camarário vem a baixo, se pensarem em apagá-los para fazer nascer uma chefia à imagem e medida de ..……. Migueis, o arquiteto !!!!!!!!!!!
Esta regalia de chefão ……… é mesmo bué de complicada e retorcida.
Mas se Migueis, o arquiteto, regressado do conselho de administração da Lamego Convida teve poderio para escolher à la carte um gabinete, mandar desapossar do dito gabinete um chefe, e dar-se a decorações …….. a robustez junto de Francisco Lopes e apêndices avizinha-se possante !!!!!!!    
 
 
 
O CASPER diz que Francisco Lopes vai ter de desembrulhar a chefia complicada, porque é muito mais espinhoso Migueis, o arquiteto, vogal do conselho de administração da Lamego Convida abrir o seu baú de segredos.  

1 comentário:

Anónimo disse...

Nos últimos anos saíram do edifício dos paços do concelho o serviço de finanças e tesouraria... Cujos espaços foram cheios de secretárias para alojar inúteis... Acho q a melhor coisa é transformar o coreto em gabinetes...
É fácil basta arranjar um gabinete de projetos no porto que faça o projeto, o arquiteto da avenida assina, a engenheira da eletricidade também rubrica e os familiares dela ganham a obra....