Número total de visualizações de página

quarta-feira, 10 de abril de 2013

AS COQUELUCHES DOS EMPRÉSTIMO ....


 
 
 
Já sabíamos que a maléfica Lamego Convida por causa da sua big inrentabilidade e falência prestativa teve sentença de extinção.
Já sabíamos que os seus big experts gestores Francisco Lopes e Paulo Correia se esborrifaram para a sua extinção e para o facto de ter entrada em processo de liquidação, e por isso, botaram um concurso para a construção de um edifício que segundo o aviso que mandaram publicar no Diário da República diz que é para instalação de Associações Privadas sem fins lucrativos.
Agora ficamos a saber ….  que apesar de estar em processo de liquidação que lhe dita regras apertadas, apenas lhe permitindo tratar do destino do seu património, entregar o talão das dividas na Câmara do Francisco Lopes para que as pague, despedir trabalhadores e reencaminhar outros para a autarquia e praticar actos de mera gestão ordinária ….  Pediu mais um empréstimo de 105.000€ (15% de 700.000€ do custo da obra) !!!!!!!!!!!
Já desconfiávamos, mas agora ficamos com a certeza.
Apesar da sua extinção, as coqueluches da ingestão autárquica lamecense, acham que num processo de liquidação vale tudo …. as leis que limitam os actos de gestão em processos de liquidação são para ser incumpridas …. e, por isso, botaram pr´a lá, com mais um empréstimo ….. para Lamecense pagar !!!!
O Francisco que desgoverna a Câmara e que também é o gestor mor da Lamego Convida esqueceu-se que o concurso construtivo é para um edifício para instalação de Associações Privadas sem fins lucrativos e esclareceu que o destino é “ para instalação de actividades e serviço de apoio ao centro multiusos, nomeadamente de informação turística, promoção de produtos regionais e sanitários públicos “….
No reino das coqueluches dos empréstimos endividativos autárquicos …. a gestão municipal é um bota pr´a lá de inlegalidades e dividas até tutano, que não são eles que as pagam !!!
 
 
 
O CASPER diz que em vez de andarem a brincar às construções de um edifício de apoio, deveriam preocupar-se em tratar do esparralhado do multiusos onde estão enterrados milhões que têm de ser pagos e que continua num cai, cai .... que não te aguentas de pé ! 
 
 

Sem comentários: