Número total de visualizações de página

domingo, 30 de dezembro de 2012

ALERTA LARANJA: SE QUEREM TER UM SERVIÇO NACIONAL DE SAÚDE NÃO FIQUEM DOENTES !!!


 
 
 
 
«Por mais impostos que possamos cobrar aos cidadãos, o SNS, mais tarde ou mais cedo, será insustentável. Não basta só cobrar impostos. É preciso que as pessoas façam alguma coisa para que recorreram menos aos serviços».
 (Francisco Leal de Costa, Secretário de Estado da Saúde)
Quer dizer: se quisermos ter Serviço Nacional de Saúde, não podemos ficar doentes !!!
Que chatice!  
Logo agora, que nos apetecia mesmo, mesmo, apanhar uma gripe !!!
Tínhamos tudo planeado. O vizinho está de cama com uma gripe do camandro e já o tínhamos avisado, que logo a seguir à passagem de ano, iriamos a casa dele, para que tossisse e espirrasse, directamente, para cima da nossa cara, várias vezes.
Depois, quando começássemos a ter dores no corpo e febre, íamos ao Centro de Saúde ou ao Hospital para que o médico nos receitasse muitos medicamentos, pedíamos alguns dias de baixa e enfiávamo-nos na cama a ler Patinhas.
Agora …. com esta entrevista do nosso secretário de Estado da Saúde e esta ameaça de que se ficarmos doentes, ficamos sem o Serviço Nacional de Saúde … vamos ter de desistir da nossa gripe.
Foram amigos, ao avisar-nos …  
Desistimos logo da nossa gripe e até fomos mais longe ….
Já advertimos as criancinhas cá de casa, que nos próximos tempos estão impedidas de ficar ranhosas, de ter otites ou amigdalites, e que no caso de terem uma diarreia, só podem contar com uma rolha !!!
E prevenimos também os avós, que nem pensem em andar aos tombos e partirem um ossinho, arranjarem uma pneumonia, osteoporose ou algum Parkinson. Até aos alzheimers já alertamos, que não têm hipóteses.
Temos de ser muito decididos nesta coisa de «fazermos alguma coisa para que recorremos menos ao serviço nacional de saúde».
Por causa do empobrecimento que o Passos Coelho quer para nós, já havia muito povo, que não ia às consultas, e por isso, entre Janeiro e Outubro de 2012 comparativamente com o mesmo período de 2011, os Centros de Saúde fizeram menos 912.368 consultas (-3,6 %) e as consultas médicas presenciais nos cuidados primários de saúde diminuíram 6,9%.
Em 2012 mesmo doentes, os portugueses sem euros também não recorreram ao serviço nacional de saúde para se tratarem, e por isso, morreram muitos, muitos, muitos mais.
Pelos vistos, não chega.
Fomos avisados.
É preciso muito mais.
Não podemos ficar doentes.
Se ficarmos doentes e recorrermos muito aos Centros de Saúde ou ao Hospital  …..  o Passos Coelho tira-nos, também, o Serviço Nacional de Saúde !!!!
 
 
 
 
O CASPER diz que tendo os ricos sempre euros, até para tratar dos calos, qualquer parecença entre a governação do Passos Coelho e a segregação dos empobrecidos ….não é pura ficção no seu Portugal !  
 
 

1 comentário:

Anónimo disse...

...que tal mais um impostozinho extraordinário para aguentar os constantes aumentos na despesa da saúde, podemos chamar-lhe..., não interessa o nome pois para a criação de impostos não nos faltam criativos. Desejo-lhe saúde para 2013.