Número total de visualizações de página

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

DEMOCRACIA COM GÁS PIMENTA ......





Seis estudantes receberam assistência médica, em consequência da "carga" da PSP durante o protesto "espontâneo" de adolescentes estudantes na Escola Alberto Sampaio contra a agregação deste estabelecimento de ensino num "mega-agrupamento".
"Não foi nada combinado. Surgiu de forma totalmente espontânea. Nós não queremos esta agregação e foi isso que quisemos manifestar. Estava a ser um protesto pacífico até a PSP começar a abrir caminho entre os alunos atirando gás pimenta sobre nós", disse o presidente da Associação de Estudantes.
Pedro Martins explicou que as idades dos colegas atingidos pelo gás pimenta varia entre os 12 e os 15 anos e disse que "a PSP devia ter tido em conta que ali estavam alunos desde o 7º ao 12º, todos menores de idade".
O INEM "prestou no local assistência a seis alunos mas dois foram encaminhados para o Hospital de Braga" tendo já tido alta mas, "vão ter que receber antibióticos e acompanhamento durante os próximos dias".
A diretora da Escola Alberto Sampaio que se situa no centro de Braga explicou à Lusa que a "revolta" dos alunos surgiu depois de ter sido publicitada, em Diário da Republica, a agregação da escola com uma outra, a de Nogueiró localizada na periferia e a muitos quilómetros. "Não percebemos a razão deste mega-agrupamento. Tínhamos a decorrer o processo para o Contrato de Autonomia da Escola Alberto Sampaio e um outro com o pedido de suspensão da agregação. Nenhum dos dois teve resposta e ontem [quinta-feira] fomos confrontados com esta decisão"
Spray de pimenta ou gás-pimenta é um agente lacrimogénio, um composto químico que irrita os olhos e causa lacrimejo, dor e mesmo cegueira temporária. O gás pimenta atua nas mucosas dos olhos, nariz e da boca, causando dor, irritação, ardor e sensação de pânico.
O gás pimenta está proibido no Reino Unido por ser considerado arma ofensiva, no Canadá é uma arma proibida, na Finlândia é considerado arma de fogo, em Portugal é usado pela PSP que o considera adequado para jovens e crianças.
A utilização do gás-pimenta para controlar estes alunos foi confirmado pela própria PSP, que justificou a medida como forma de evitar o “uso de formas mais musculadas de intervenção”.
Vale a pena ver aqui as caras ameaçantes dos gandulos perigosos …   
O povo de Braga e de todo o Portugal deram saltos de contentamento quando viram a PSP a demonstrar o seu grande empenho no combate aos perigosos criminosos da escola Alberto Sampaio, uns matolões que ameaçavam a paz pública do governo do Passos e Portas.
Depois de o ministro Miguel Macedo na véspera da última manifestação ter promovido as chefias do pessoal do cassetete, a actuação em Braga frente a uma montanha de gandulos armados até aos dentes, foi um sinal do aumento de produtividade ....
Não só foram produtivos, como pouparam no músculo e nas munições, optando pela utilização de gás pimenta, um gás químico há muito banida noutros países por ser considerado uma arma perigosa, mas que no Portugal do Miguel Macedo e do Passos Coelho é apresentado como a solução ideal para evitar gastos em músculos e no fitness para os manter !!!!  
 



O CASPER diz que a democracia em Portugal está cada vez melhor ...

1 comentário:

Anónimo disse...

a PSP ainda usa gás pimenta, enquanto a Norte da Europa é considerado arma ofensiva? É evidente o atraso, mas não vai há muito, estes "agentes" usavam a bola para envenenar os cães, pelo que as mentes que os governam continuam a ser de trogloditas.