Número total de visualizações de página

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

XUTOS E PONTAPÉS DE UM MAU PAGADOR …



Não sabemos se por influência da proximidade com o seu inestimável “manager” Chefe de Gabinete ou, se pelo enviusado convencimento da sua peculiar divindade, Francisco Lopes revelou-se um glorioso … mau pagador …. também … a quem o serve!

António Lourenço é o melhor exemplar deste seu malévolo defeito.

Francisco Lopes esticou a perna, encheu o pé e ….. cheio de pujança disparou um gigantesco …. XUTO …. no presidente da Junta de Freguesia de Almacave, que ele próprio tinha elevado à categoria de “cadeirão" no seu gabinete presidencial.

António Lourenço não merecia tamanha ingratidão, desconsideração, enxovalho, desiderato, ultraje, ignominia, infâmia, agonia ….   

É do conhecimento "publicó-geral" e "partidárió-sócio-democrata" que o Presidente da Junta de Almacave foi um angariador laborioso e infatigável de votos para Francisco Lopes, representando o maior dos bens preciosos no alcance das suas vitórias autárquicas em 2005 e 2009.

Não tivesse António Lourenço calcorreado “de braço dado” com Francisco Lopes todos as capelinhas, tascos, botequins, bodegas, baiucas e betesgas da cidade de Lamego e ninguém em 2005 saberia quem era Francisco Lopes, candidato à Câmara. 

Não tivesse António Lourenço convencido o seu povo que para se sentar no “cadeirão áureo”, era forçoso que depositassem o votinho no pára-quedista Francisco Lopes, e este, ter-se-ia limitado a ir lavar o seu pára-quedas nas águas do rio douro …
    
Bem sabemos que o candidato lhe acenou com promessas de dinheirinho para pagar as infinitas dívidas da Junta de Almacave e uma poltrona no seu gabinete presidencial …. mas a outros acenou com o mesmo … e não labutaram tanto, não se espremeram tanto, não se esfalfaram tanto, não se romperam tanto e muito menos, lhe colocaram no colinho semelhante montanha de votos!

Francisco Lopes quer faça chuva ou sol, tussa ou espirre, cavalgue ou descavalgue, jamais se safará - para o todo, e o sempre - da colagem, na sua promoção a presidente da Câmara de Lamego, à imagem e engenho de António Lourenço.   

Bem sabemos que António Lourenço tem um problema liquido dos fígados, mas não o tinha já ??? E Francisco Lopes queria o quê ??? Só aproveitar-lhe a parte das tripas ??? António Lourenço é uno e … único.

Bem sabemos que António Lourenço está “atoladinho” em calotes pecaminosos, mas não está também Francisco Lopes ???

Bem sabemos que António Lourenço gostava de levar a família a passear no jipe da Câmara, mas Francisco Lopes também não usa e abusa do Mercedes (do que perdeu, e do que o substituiu) ???

Bem sabemos que António Lourenço quando os fígados descompensam por liquidificação, fala de mais! Mas é genuíno, é divertido, fala como o povo e é como o povo! Francisco Lopes também fala muito, mas utiliza a linguagem do “enrolo” e das engenharias financeiras de escoamento a que o povo não está habituado !!!

Sendo ambos católicos e praticantes (pelo menos, o Francisco Lopes dá a cara sempre que as missas são transmitidas pela RTP), alguém nas hostes da Igreja, deveria chamar-lhe  a atenção de que nos católicos, os “casamentos” são para toda a vida, para o bem e para o mal, na riqueza e na pobreza, na morte e na doença.

Isto porque ao não “manter” esta "união conjugal" durante toda a sua vida autárquica, Francisco Lopes não está só a ser um mau pagador, está, igualmente, a pecar!
Dar um portentoso chuto ao “conjugue” que lhe deu a mão até "ao altar camarário", quando esse mesmo "conjugue", padece da doença dos líquidos, e já nem sequer tem uma unha que o impeça de se esborrachar no precipício da morte financeira “almacanense”, é pecado! Um grande pecado!

António Lourenço merece que se lhe faça justiça!
A justiça dos homens deve obrigar Francisco Lopes a pagar tudo a todos!



O CASPER deixa aqui registada a sua solidariedade para com o António Lourenço e assegura que o Toninho não perdoa tamanha ingratidão ao Xiquinho. Os treinos para lhe retribuir o chuto já começaram e …. garanto, que nada têm a ver com acampamentos e greves de fome!



Sem comentários: