Número total de visualizações de página

domingo, 18 de março de 2012

ET VOILÁ .......... AS ZONAS DE ESTACIONAMENTO DE DURAÇÃO LIMITADA - PARA LAMECENSE PAGAR!





E …. dá pelo nome de  …. Zonas de Estacionamento de Duração Limitada!
É um nome lindo!
O que já não é lindo, é ser um esquema para tirar …. mais uns euros aos bolsos dos Lamecenses!  
Desta vez, a sugagem é sobre os popós ….
Francisco Lopes vai pôr-nos a pagar o estacionamento do nosso carrinho em tudo que é rua (via pública) e parques de estacionamento de Lamego. 
Gostamos da parte em que não nos obriga a pagar em parques de estacionamento subterrâneos …. Foi nosso amigo!
Será que aquele pessoal que foi bater palmas na inauguração do ainda não feito, Parque de Estacionamento de Almacave saberá que para lá estacar o popó tem de pagar ????!!!!
Ao lermos a Nota Justificativa do novíssimo Regulamento das Zonas de Estacionamento de Duração Limitada, ficamos a saber que vamos pagar todos os estacionamentos,  para bem de Lamego e dos Lamecenses.
Francisco Lopes na sua nota justificativa, explica-nos que mais este avanço sobre os nossos bolsos, é por causa dos problemas de Lamego no fluxo automóvel e das dificuldades e escassez de estacionamento.
Gostamos de ficar a saber, que o Presidente da Câmara deu conta que entrar e sair de Lamego é um problema e que estacionarmos, também não é fácil.
Com este novo Regulamento, Francisco Lopes resolve estes nossos problemas!
A ideia, está bem vista!
O Presidente descobriu que se os Lamecenses pagarem de cada vez que tiverem de estacionar os seus carros, deixamos de ter entupimentos na circulação automóvel e crescem os lugares de estacionamento  ….
E está tudo pensado!
Passamos a ter direito a um tempo máximo de estacionamento, que é de 4 horas.
O 4 é um número lindo!
Francisco Lopes também pensou (e bem !)  que o limite das 4 horas, levantava  problemas aos Lamecenses, que não têm garagem e estacionam os seus popós na rua onde moram.
Por isso, reflexionou e arranjou para estes Lamecenses um ..... cartão de morador!
Por acaso era chato os residentes sem garagem, de 4 em 4 horas terem de se levantar do sofá, para irem estacionar o popó noutro sitio.  
Com este moderno cartão, Francisco Lopes resolve mais um problema em Lamego.
É certo que os residentes vão ter de pagar …. 40€ por mês .... mas Francisco Lopes também pensou nisto.
E por isso, é que concede o cartão de morador.
Não seria pior  termos de pagar e não termos um cartão? Com o cartão de morador, pagamos, mas sempre podemos pô-lo na  carteira e ocupar o espaço desocupado pelos 40€ que vão sair todos os meses.
Foi amigo. O peso na carteira mantem-se e só diminui o recheio! 
Convém não nos esquecermos que temos de pagar os 40€ até ao dia 8 de cada mês. Se nos atrasarmos um só dia … pagamos mais 5€!
E como Francisco Lopes está em sintonia com o Chefe Passos Coelho no trabalho colossal de nos empobrecer, cada família residente só pode ter 1 carro!
Nesta defesa de em Lamego cada familia só dever ter um carro, Francisco Lopes até já nos deu o exemplo em 2005. Na família Lopes havia dois carros, mas quando o Francisco foi eleito Presidente da Câmara de Lamego, apesar de residir na Régua, vendeu logo o dele e a família ficou só com um popó para a Estela ir dar aulas!
É por causa deste seu entendimento de uma familia, um carro, que a Câmara do Francisco Lopes só faculta um cartão de morador, para cada família habitacional. Por isso, para os Lamecenses que tenham 2 carros na família, a solução será … ou, seguem o exemplo do Presidente da Câmara e vendem um deles, ou então, terão de arranjar uma garagem.
Isto se não não quiserem, mudar de estacionamento de 4 em 4 horas ….
Aquela ideia brilhante de pedirem ao vizinho que não tem carro para ir à Câmara buscar um cartão de morador ….. não pega!
Para termos um cartão de morador, temos de apresentar bilhete de identidade, titulo de registo do pópó e da casa habitacional em nosso nome. Por isso, a menos que queiram pôr o carrinho em nome do vizinho …  a solução é a que apontamos.
Os incartonados, nos primeiros 15 minutos pagam 15 cêntimos e se ficarem no mesmo lugar, na primeira e segunda hora pagam mais 60 cêntimos por cada hora, na terceira e quarta hora o tombo é a soma de mais 90 cêntimos por cada hora.
Quer isto dizer que, se estacionarmos e por ali ficarmos 4 horas, convém termos 3,15€.
Ao fim de 4 horas, arranjamos alguém para trocar connosco o lugar de estacionamento.
Isto até vai ser divertido …..
Os Lamecenses vão finalmente, ver o que é a movimentação citadina!
Francisco Lopes também pensou nos comerciantes.
Os horários de pagamento dos estacionamentos, são os mesmos dos seus horários de abertura ao público!   
Temos a certeza que os comerciantes vão bater palmas.
Com estes horários de pagamento estacionativo, os Lamecenses que quiserem poupar, não fazem cera a ver tudo o que está exposto e até comprarem mais qualquer coisita, porque têm de fazer as suas compras em 15 minutos. Ou então, param o carro na mata dos Remédios (estamos convencidos que para já, não vai ter paquímetros!) e vão a pé pela cidade, apreciando as moscas que invadiram o comércio local!
Em alternativa também podem ir às grandes superfícies onde estacionam à porta e não pagam!  
Só temos uma dúvida.
As bicicletas não pagam ou o Francisco Lopes ainda está a fazer o Regulamento com o desembolso biceclistico ???   



O CASPER  acha que o Francisco Lopes tem de facultar também o cartão do empregado, porque não está a ver os patrões, a deixarem os seus trabalhadores interromper o trabalho para irem fazer trocas de estacionamentos!

Sem comentários: