Número total de visualizações de página

terça-feira, 13 de março de 2012

SECRETÁRIO DE ESTADO DA ENERGIA ...... BATE COM A PORTA!



 

Oito meses depois ….. caiu o primeiro.

Henriques Gomes, Secretário de Estado da Energia demitiu-se! 

Henriques Gomes não gostava das “rendas excessivas” pagas principalmente à EDP, empresa que se opunha também à alteração dos Contratos de Manutenção do Equilíbrio Contratual. Vítor Gaspar na altura em que estava a preparar a privatização da EDP, ordenou a Henriques Gomes que suspendesse o seu o Plano de redução de subsídios e taxas porque não queria que o valor da empresa e o sucesso da operação fossem afetados. Depois da privatização, o novo grande acionista da EDP, a chinesa Three Gorges tratou logo de anunciar, que o governo lhes assegurara que os contratos em vigor seriam mantidos.

Respondendo às criticas de Henriques Gomes sobre “as rendas excessivas da EDP”, António Mexia (administrador executivo da EDP e ex-ministro do PSD ) veio recentemente a público dizer, que o estudo que levara o Secretário de Estado da Energia a concluir pelas “rendas excessivas”, tinha “erros grosseiros, básicos” que por isso, o tornavam “inútil e inutilizável”.

Na próxima terça-feira, toma posse o novo Secretário de Estado da Energia, Artur Trindade que é filho do secretário-geral da Associação Nacional dos Municípios Portugueses onde manda o Fernando Ruas.

Na guerra com Passos Coelho, Vítor Gaspar e António Mexia, perdeu Henriques Gomes!
  


Esta paisagem parece uma pintura do cenário que levou à demissão dos Vogais das Estradas de Portugal, por terem ousado querer, que o Ferreira do Amaral (administrador da Lusoponte e ex-ministro do PSD) devolvesse os 4,4 milhões de €, que o governo já lhe entregara no passado ano de 2011 e que só lhes seriam devidos, se não tivessem cobrado portagens na Ponte 25 de Abril no mês de Agosto, a todos quantos por lá passaram.

Na guerra com o Passos Coelho, Miguel Relvas, Secretário de Estado dos Transportes e o Ferreira do Amaral, perderam os Vogais das Estradas de Portugal!  



O CASPER diz que para Passos Coelho há interesses empresariais que estão das mãos dos seus amigos, que são intocáveis e que, quem se meter com eles …. Engole !   

Sem comentários: