Número total de visualizações de página

sábado, 24 de março de 2012

UM ARTISTA ..... A FALAR DA DECISÃO DO TRIBUNAL CONTAS SOBRE GESTÃO CAMARÁRIA !




 Há verdadeiros artistas!
A auditoria feita pelo Tribunal de Contas à gestão camarária de Francisco Lopes no ano de 2008 e já transformada em decisão, depois de ele a ter contestado e não lhe ter conseguido alterar uma virgula, concluiu por ilegal, ilegal, ilegal, ilegal ….
Decidiu o Tribunal de Contas – e por isso está a responder no Tribunal – que Francisco Lopes na Câmara Municipal, na Lamego Convida e no negócio com a Lamego Renova, violou, violou, violou, violou, violou  …. uma porrada de leis!
O Tribunal de Contas diz que em 2008 a Câmara do Francisco Lopes está em desequilíbrio financeiro e ultrapassou largamente os limites legais de endividamento.  
Aos Lamecenses, Francisco Lopes tal e qual como um verdadeiro artista, disse e assinou, que o Tribunal de Contas “alega algumas irregularidades formais”, que a Câmara tem muito dinheiro e por isso estava a “executar obras de dezenas de milhões de euros” e a “pagar os seus compromissos à banca, aos fornecedores e aos empreiteiros” ..…
E parece que teremos até, de aplaudir a sua atuação ….
Se Francisco Lopes cometeu “algumas irregularidades” na sua gestão camarária foi “ para o bem de Lamego e dos Lamecenses”!
Tal como devemos dar cacetada nas leis, porque se estivessem “adequadas” à gestão de Francisco Lopes, ele nunca as violaria …
A culpa é das leis!  
Estão desadequadas ao que Francisco Lopes faz na Câmara, na Lamego Convida, na Lamego Renova ….
Os Juízes do Tribunal de Contas não deviam aplicar, nem obrigar o Francisco Lopes a cumprir leis que não foram feitas à sua medida e figurino!

O CASPER diz que nunca Lamego tinha tido oportunidade de ver atuar um tão brilhante artista!

Sem comentários: