Número total de visualizações de página

sexta-feira, 8 de junho de 2012

O CAMINHAMENTO E O CAMINHO DO LUGAR DO RIBEIRO ....



















Em Ferreiros de Avões há um cidadão Lamecense com carradas de paciência e que crente no dito popular …. água mole em pedra dura, tanto bate até que fura … caminha há mais de 2 anos, praticamente, todos os meses para a Câmara de Lamego.
Há mais de 2 anos (pelo menos!) e quase todos os meses, Manuel Modesto Silva Correia comparece nas reuniões públicas do executivo camarário, para repetir, lembrar, relembrar, martelar, insistir, reclamar, ateimar, batalhar ….
Tudo por causa do caminho do Lugar do Ribeiro em Ferreiros de Avões, que está há uma porrada de tempo todo escavacado, esbandalhado, apedralhado, escanifrado e lixento.
Passar por este caminho a pé, é uma odisseia comparável com a travessia do cabo das tormentas.
Passar sob rodas …. nem em sonhos.
O paciente e crente cidadão tem para aquelas bandas umas territas e uma casita a ruir que não pode consertar porque não há forma de carregar os cimentos, as areias, as madeiras e outras tralhas construtivas para o local.
O Presidente da Junta também já deu uma ajudinha ao esforço reivindicativo do Sr. Manuel, mas …. a Câmara de rolo em rolo … não desimpedralha, desincanifra ou desimbadalha o caminho.
Diz o Presidente da Junta de Ferreiros de Avões que o caminho tem 550 metros e que a coisa se compunha com 10.000,00€.
Para a Câmara do Francisco Lopes o emperro não se desemperra por uma questão de prioridades e de carístia.
Tem razão.
O Multiusos só custou milhões! O Multiusos é prioritário!
Só não percebemos é por que carga de água, ao fim de mais de um ano de o Manuel andar a caminhar para a Câmara e a chatear para lhe desimbandalharem o caminho, invocando a necessidade urgente de consertar a sua casita, lhe escrevem uma carta intimidando-o para que faça as obras, que não pode fazer, por causa do escavacanço do caminho de acesso … que a mesma Câmara não lhe repara !!!
Excelso foi o conselho dado por Francisco Lopes sob a forma como o paciente cidadão deveria responder à intimação camarária …. “ escrever uma carta à Câmara Municipal de Lamego, referindo que fará obras, oportunamente" !!
Verdadeiramente, digna de ser encaixelhada ...




O CASPER diz que no lugar do Sr. Manuel já teria esgotado a sua paciência e em vez de gastar as solas dos sapatos a caminhar para Câmara todos os meses ao longo de mais de 2 anos, teria acampado no gabinete presidencial, até que a reparação do caminho do Lugar do Ribeiro fosse considerado prioritário e os seus custos inferiores aos do Multiusos  …  

1 comentário:

victor sousa disse...

eu acho que o senhor Manuel não tem razão.
Afinal só tem uma estrutura mais simples, mas sempre disponível para prestar o serviço para que foi criada.
Comunicar!