Número total de visualizações de página

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

IRMÃOS CAVACO ... SLN ... BPN ....FOMENTINVEST ... ECOAMBIENTE ... LAMEGO!




Há uns tempinhos atrás aterraram em Lamego os Irmãos Cavaco SA.
A aterragem foi para entrarem naquela coisa a que o Presidente da Câmara pôs o nome de Lamego Renova SA e para cooperarem na construção do Pavilhão Multiusos, com umas parcerias engendradas sem concurso público.
Exactamente, porque a constituição da Renova e a construção do multiusos não foram sujeitos a concurso público (como deveria ter sido, como diz o Tribunal de Contas, que por isso lhes sentenciou ilegalidades graves), o povo Lamecense convenceu-se que o condutor do avião que os fez aterrar por cá, se chamava Francisco Lopes, associando a viagem guiada ao facto de este ter sido Delegado do IPTM e os Irmãos Cavaco se dedicarem essencialmente à construções de cais, marinas, portos ….
Virginal engano. Um garrafal erro de avaliação!  
O conclave é outro!  
O Grupo Fomentinvest que tem como patrão Ângelo Correia e onde foi gestor Pedro Passos Coelho, tem uma catrefada de empresas subsidiárias, onde também vivem a Ecoambiente e a SDEL (construção e exploração de mini-hidricas).
Ora pois então …. Os Irmãos Cavaco detiveram 30% do capital da Ecoambiente entre 2005 e Dezembro de 2009 e têm 37% da SDEL (Fomentinvest Energia SGPS).

A par destas parcerias empresário-negociais, outras foram desenvolvidas, como aconteceu em Albufeira, em que a Ecoambiente e os Irmãos Cavaco SA se agruparam, para concorrem e ganharem o concurso de recolha dos lixos desta autarquia do PSD.
Quer isto dizer que Passos Coelho e Ângelo Correia são “de abraço” com os Irmãos Cavaco …
Em 2009 num concurso com reclamações, a Câmara de Lamego adjudicou à Ecoambiente a limpeza dos lixos no nosso burgo …
A escritura de constituição da Renova SA foi assinada em 21-05-2007 ….

Querem lá ver que as épocas dos relacionamentos e aterragens por cá, são ……. meras coincidências ???!!!
E relacionamentos …. no mínimo perigosos para um qualquer fácies angelical !
Os Irmãos Cavaco SA estiveram envolvidos nos escândalos financeiros do BPN/SLN.
Os donos da construtora Irmãos Cavaco SA, Manuel e António Cavaco detinham 1% da Sociedade Lusa de Negócios (SLN), proprietária do Banco Português de Negócios, e 1,5% da SLN Valor (a tal das acçõezinhas do Cavaco Silva e da filha).

Os Irmãos Cavaco chegaram mesmo a ser acusados pelo Ministério Público de burla qualificada por iludirem a supervisão do Banco de Portugal em cumplicidade com Oliveira e Costa.  

A SLN Imobiliária foi uma das sociedades utilizadas por Oliveira e Costa para comprar imóveis em negócios de várias centenas de euros, retirados do BPN. A determinada altura, o grupo SNL/BPN que estava sujeito à supervisão do Banco de Portugal, foi intimado por este, a cumprir as regras de rácio (valor dos depósitos superior ao dos empréstimos concedidos). A solução para o comum da gente honesta seria: ou paravam com as aquisições ou injectavam mais dinheiro no Banco.
Mas Oliveira e Costa e mais umas cabeças pensadoras do gamanço, arranjaram um outro remédio.
Seis accionistas da SLN (Fernando Cordeiro, António e Manuel Cavaco, Rui Fonseca, Almiro Silva e Manuel António Sousa) compraram a SLN Imobiliária à SLN com dinheiro emprestado pelo BPN.
No mesmo dia, os mesmo 6 accionistas, venderam a SLN Imobiliária à Cambem, uma offshore que eles controlavam e que recebeu diversos empréstimos também do Banco Insular de Cabo Verde.
Desta forma, colocaram a SLN Imobiliária fora do controle do Banco de Portugal e  continuaram a dar largas às negociatas de imóveis.

É nesta onda de negociatas mal cheirosas, que está por exemplo a Marina de Albufeira, em que a SLN possui directamente 20% do capital, sendo ainda participante numa outra sociedade que detém 51% de capital, constituída expressamente para este negócio e da qual os Irmãos Cavaco são detentores de 49%.

Os Irmãos Cavaco (tal como os outros 4 acusados envolvidos na marosca da SLN Imobiliária), abriram instrução defendendo-se com a “ignorância” e “desconhecimento” da ilicitude do negócio, não intenção de prejudicarem patrimonialmente o grupo SLN/BPN e atiram com as culpas para cima de Oliveira e Costa jurando que nele, acreditavam piamente…

O Juiz não pronunciou e os …. 6 SLN´s passaram a ser testemunhas de acusação contra Oliveira e Costa!  

Os Irmãos Cavaco ouviram o Passos Coelho e o Miguel Relvas mandar os habitantes de Portugal, pentear macacos para a casa deles ….
Por isso e porque quando acreditam piamente nas criaturas dos caldeirões, agem na ignorância e sem pestanejar, andam agora, a montar estaleiros em Angola!

Já o Francisco Lopes continua à espera que lhe arranjem um outro caldeirão, para ver se manda outro ...  pagar o Multiusos!


O CASPER sabe que em Lamego também havia pára-quedistas com acções da SLN, mas como eram fresquinhas não chegaram a tempo das maroscas.   

Sem comentários: