Número total de visualizações de página

sábado, 28 de janeiro de 2012

O VAZIO DEPRIMENTE DO "ESTAMINÉ" NA FEIRA DA CAÇA EM MACEDO DE CAVALEIROS





Não é segredo para ninguém que o Presidente da Câmara de Lamego é um aficionado da caça.
Dias de caça, são dias de caça.
Venha quem vier, em dias de caça, Francisco Lopes não abdica de ir dar uns tirinhos por montes, terras e vales de todo este nosso Portugal …
Em Lamego há aficionados da caça, da pesca, dos gambozinos, dos pirilampos, das mariposas, dos matraquilhos, dos flipers  …  mas nunca estas azafamas aficionadas, fizeram parte dos festejos tradicionais do nosso burgo.
Bem sabemos que Francisco Lopes já organizou uma montaria de javali em terras lamecenses, mas - tirando aquela parte, de que por não termos javalis, foi preciso comprar um magote destes bichinhos e po-los a correr, para que os senhores caçadores fizessem o gostinho ao gatilho - o evento só valeu mesmo, pela comezaina na cantina municipal …   

Não é segredo para ninguém que Macedo de Cavaleiros é a terra que viu nascer Francisco Lopes e onde de vez em quando, vai dar uns tiritos “cacisticos”.
Macedo de Cavaleiros realiza desde há 16 anos uma Feira de Caça que é uma referência nacional venatória e neste ano de 2012, a XVI Feira da Caça foi inaugurada no dia 27 pelo Secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural Daniel Campelo e decorre até ao dia 29. Fazendo fé nos anos anteriores, prevê-se que a visitem cerca de 25 mil pessoas.

Como caça é caça, Francisco Lopes resolveu montar um “estaminé” na Feira da Caça em Macedo de Cavaleiros.
Quando se fazem destas coisas supõe-se que, pelo menos, se pretende promover e divulgar qualquer coisita …. até porque os “estaminés” têm custos!
Supôr … supõe-se!
Mas do supôr ao ser …. em Lamego com o Francisco Lopes ... vai uma diferença abismal!

O “estaminé” não tem vivalma, está vazio e completamente despido de qualquer tipo de promoção ou divulgação Lamecense.
Dizem-nos até, que nem uma mosca ou mosquitinho fazem um esforço caridoso para por ali poisarem …
Não conseguimos perceber a finalidade deste “estaminé”, nesta feira de caça.
Percebemos é que .......... é deprimente!

Já que Francisco Lopes resolveu pôr nesta Feira de Caça um “estaminé” de Lamego e parece não saber que estas coisas servem para divulgar qualquer coisita …. sugerimos, que se pretender repetir o feito, da próxima vez, aproveite para ali realizar uma palestra, fazendo jus aos seus conhecimentos “cacisticos” de tirinhos e abordagem aos javalis, coelhos, perdizes, patos …    


O CASPER acha que alguém deveria tapar no balcão a identificação de Lamego, para que os cerca de 25 mil visitantes não associem os Lamecenses ao vazio deprimente do “estaminé” …   

1 comentário:

João Guedes disse...

Bom dia.
Ao passar os olhos pelo seu blog, reparei nesta noticia dada por V. Exª que em nada corresponde à verdade. Relativamente ao ser o Presidente da CML a organizar montarias em terras lamecenses, é completamete falso, porque quem as organiza são as entidades locais de associações ou clubes de caçadores do nosso concelho. Tambem devo esclarer V. Ex.ª que nunca foram comprados "bichinhos" para os caçadores fazerem gosto ao gatilho, porque graças a Deus o nosso concelho é muito rico em espécies cinegéticas nomeadamente o Javali em pleno estado selvagem, como se poderá informar em qualquer associação ou clube da nossa terra.