Número total de visualizações de página

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

LAMEGO .... LIDERA A LISTA NEGRA DA ENTREGA DE IMÓVEIS AOS BANCOS !





A APEMIP - Associação de Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal, com base em informações que recolheu junto dos Ministérios das Finanças e Justiça, INE e Mediadoras Imobiliárias, publicou a lista das cidades onde se verifica maior concentração de entrega de imóveis aos bancos, por incumprimento dos empréstimos bancários contraídos para a sua aquisição.
Segundo a APEMIP no computo nacional, as cidades que registam maior incidência de ocorrências de entrega de habitações aos bancos são: Vila Nova de Gaia, Vila do Conde, Lamego e Montijo.
Já na ordenação que efectuou, retirando as áreas metropolitanas, Lamego encabeça a lista negra das cidades com maior número de devolução de habitações ao banco.

Este é um sinal evidente e inequívoco de que Lamego tem vindo a definhar-se velozmente …

Confessamos, que ficamos muito preocupados e entristecidos, com esta nossa negra liderança ….
Em Lamego vive-se o empobrecimento …

Esta é a mais nefasta das consequências, decorrentes das opções de investimento de Francisco Lopes.

O Presidente da Câmara de Lamego endividou o município de Lamego, para lá de todos os limites, sem ter sido capaz de fazer uma gestão camarária de valorização do território lamecense, sem fixar e atrair população, sem criar e consolidar dinâmicas de emprego e sem nunca se preocupar sequer, em garantir a fixação duradoura de investimentos reprodutivos.

Que oportunidades de riqueza criou Francisco Lopes para Lamego e para as suas famílias?    
Que medidas tomou para consolidar e desenvolver em Lamego o tecido empresarial?
Que investimentos públicos fez, que criassem condições para a produção de riqueza e potenciar o investimento privado?
Que investimentos públicos fez, que fossem multiplicadores do progresso e riqueza colectiva?

Nenhum. Nada.

Francisco Lopes tem-se limitado ao mero desperdício, ao gasto desenfreado e descomunal dos dinheiros públicos.

Basta-nos olhar para a brutalidade do Pavilhão Multiusos ou para o espaço vazio a que chamou de Zona Industrial.  

Basta-nos recordar que Francisco Lopes introduziu em Lamego, pela primeira vez na sua história, o imposto da derrama que incide exactamente, sobre a actividade empresarial e comercial sediada, ou a sediar, em Lamego.

Basta-nos saber que a taxa de desemprego no concelho de Lamego, atingiu números nunca antes registados e ultrapassa largamente a média nacional.


No actual contexto, em que mercê da descarga de impostos que sofremos (e que se agravará em 2012), as famílias estão com os seus rendimentos abaixo dos limites mínimos, um concelho sem investimentos reprodutivos está confrangedoramente, votado ao declínio e à pobreza.

A crise é nacional e internacional.
Sentem a crise, todos os portugueses e cidades  .….. mas é Lamego, que lidera a lista negra publicada pela APEMIP !

Francisco Lopes é o autarca da cidade, que encabeça a lista negra, do maior número nacional de imóveis habitacionais, entregues ao banco, por não conseguirem pagar os empréstimos que contraíram para os comprar.



O CASPER diz que se tiver de entregar a sua casa ao banco, vai acampar no gabinete presidencial …   

1 comentário:

Anónimo disse...

SR. Administrador, penso que um pouco de imparcialidade não fará mal a ninguém.
Costumo ver as vossas notícias, concordo com muita coisa, principalmente no que toca aos parasitas que o Sr. FL tem à sua volta, mas daí culpar o senhor por tudo o que se passa na nossa cidade e principalmente no nosso país!!!! enfim, sejamos mais coerentes, críticos sim mas ridículos não....
Sei que a censura não irá gostar deste meu comentário mas acreditem é feito com toda a sinceridade tal como tenho feito noutras notícias por isso deve ser publicado...